4 a 11 anos

  • Psicodiagnóstico
    • Espaço terapêutico interventivo de avaliação dos comportamentos, sentimentos e conflitos da criança, possibilitando a compreensão das dificuldades apresentadas. Esse processo envolve entrevistas com os responsáveis e criança, observação do comportamento infantil (brincadeiras, desenhos, etc.) e conversas que promovem a reflexão sobre o funcionamento família e da criança. A partir disso, busca-se mobilizar novos recursos para lidar com os conflitos vivenciados. Há sensibilização e conscientização para a continuidade do processo terapêutico iniciado com o psicodiagnóstico.

 

  •  Psicoterapia individual e Psicoterapia vincular
    • Encontros terapêuticos que têm como objetivo trabalhar com a criança questões emocionais e relacionais que estejam lhe causando sofrimento psíquico, acarretando prejuízo escolar, social e afetivo.
    • Através da relação com o terapeuta, a criança pode entrar em contato com seus sentimentos, ser compreendida e encontrar novas formas de expressá-los utilizando-se de jogos e desenhos, uma vez que a brincadeira é a principal linguagem infantil.
    • A psicoterapia individual consiste em sessões somente com a criança e encontros periódicos com os responsáveis.
    • Na psicoterapia vincular atende-se o paciente junto de seus responsáveis, trabalhando aspectos da dinâmica familiar que refletem nos sintomas da criança, fortalecendo a relação com os responsáveis.

 

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close